Querer

sexta-feira, novembro 18, 2005 à(s) 22:48
Quero-te, mas não posso!
Quero-te e não te tenho!
Quero-te e não me dou...
Quero-te, não te desejo!
Quero-te e não te olho!
Quero-te e não me deixo...
Quero-te, mas não te beijo!
Quero-te e não te sonho!
Quero-te e não estás...
Quis-te e agora queres-me;
Quis-te e até me dou;
Quis-te e já te desejo:
Longe de mim...
Já não te quero,
Pois não te ama quem te amou!

2 comentários

  1. Orfeu Says:

    O Tempo passa e o quero-te passa a quis-te; e um dia poderá voltar um quero-te, mas depois poderemos ouvir um quis-te...
    Eternos dilemas...de quem Ama.

  2. Marlene Says:

    Como eu comprendo o teu poema...é o querer e o n querer...a confusão na minha cabeça...não sei bem o que quero! na verdade, queria alguma paz! ***

I'mNesic | Powered by Blogger | Entries (RSS) | Comments (RSS) | Designed by MB Web Design | XML Coded By Cahayabiru.com