Mel

sábado, outubro 29, 2005 à(s) 23:02
do Lat. mele
s. m., substância doce que as abelhas formam do suco das flores e que depositam nos alvéolos dos seus favos;
fig., doçura; suavidade.

Todos nós gostamos de mel, resta definir o sentido! Temos quatro hipóteses matematicamente falando: Ou não gostamos mesmo (e retiro a expressão "Todos nós gostamos"); ou gostamos de mel (o doce produzido pelas abelhas); ou então preferimos apenas a doçura e suavidade que lhe está inerente (abordando um sentido figurado da palavra); ou ainda apreciamos as duas coisas: o sentido figurado e a substância comestível!
Eu cá, se bem me recordo, gostei sempre desta última opção, mas com cautela. O mel é, na minha opinião, enjoativo. Lembro-me de tomar ocasionalmente umas colherzitas quando andava rouca ou adoentada (afinal não estou assim tão amnésica), mas também me recordo das minhas expressões faciais que actualmente ainda se repetem: Argh...é muito doce! (dizia eu franzido a testa e as sobrancelhas)!
O que eu detesto mesmo é a Dona Abelha e o seu Ferrão insuportável. Estes seres às riscas amarelas, têm a mania de me confundir com as flores...(olha que desagradável que é ser comparada a uma flor!!!) O pior era mesmo sentir as picadelas das idiotas, ainda por cima tinham a brilhante ideia de me beijarem na testa, no nariz, no queixo...ORDINÁRIAS! Arruinavam temporariamente com a minha imagem social...lá andava eu com a carinha inchada, cheia de dores e com uma vontade descomunal de maltratar as Bzzzz Bzzzz tirando-lhes as asas e deixando-as ali entregues a si mesmas a penar!
Ok, ok...pode parecer maldade, mas eu nunca as incomodei! Já para não falar das néscias abelhas do meu vizinho que no Verão se divertem a tatuar as roupas que secam ao sol, impingindo-lhes as suas marquinhas amareladas e imortais. É só prejuízo!!
Mas eu disse que gostava de mel - e gosto! (Das abelhas é que nem por isso...só ao longe!)
Aprecio especialmente as frases banais que por aí circulam, nomeadamente durante a Primavera e o Verão: "Ólh'ó mel...", "Viste o melanço que ia para ali?", "'Bora melar um 'cadinho!(yupiii)", "Parecue que tens mel, és pegajoso...", "Meu docinho de mel (wow)", "Vou bazar do cinema. Está tudo no marMELanço!(he he)".
Enfim, um sem-número-de-expressões-melosas que por vezes nos causam uma espécie de congestão, especialmente quando somos obrigados a mantermo-nos na fila da tesouraria das finanças, à espera de sermos atendidos para comprar o selo automóvel, enquanto apreciamos os apalpanços e beijinhos repenicados com aquele com estridente "Xuaaaak" que custa a descolar!
Ou então, na caixa do hipermercado somos premiados com um casalinho de 13 anos que se encontra à nossa frente a trocar cuspe enquanto não se registam os preservativos! Perdão: trocar "mel" é o termo mais indicado e adocicado para o tema que aprofundo!
Resumidamente: eu gosto de mel mas com moderação. Mesmo no sentido carinhoso da palavra há que ter cuidado com os excessos porque noto que os dentistas e estomatologistas não têm preçários muito acessíveis hoje em dia. Depois as cáries aparecem!!! E os chupões também!
O mel é assim, uma palavra que condiciona o cérebro da humanidade a acções diversificadas produzidas com a boca. Ouso até enumerar os malabarismos que por aí se fazem: ou se beija, ou se come, ora se mastiga, ora se lambuza, até se chupa, morde ou devora. Certo é que, no que concerne aos melanços entre duas pessoas que se melam, a intensidade multiplica-se e o mel é consumido com mais dedicação e apreciação. Vá-se lá saber por quê! =)

2 comentários

  1. DJ_Alex_FX Says:

    Bem sim senhora. estou a gostar de ler. so espero que a menina depois me de o prazer de ir tomar um cafe contigo para partilharmos ideias. Gostei de ver / ler este teu blog. Beijinhos enormes deste doido

  2. Fiquei todo melado a ler este texto...calma tava a brincar....bem gostei da opniao acerca das abelhas..lol...Quanto ao mel, concordo em usa-lo com muito moderação, porque pode se tornar enjoativo...beijo

I'mNesic | Powered by Blogger | Entries (RSS) | Comments (RSS) | Designed by MB Web Design | XML Coded By Cahayabiru.com