Dezembro

quinta-feira, dezembro 01, 2005 à(s) 00:57
E cá estou eu a dar por mim naquele que é considerado o último mês do ano, de acordo com o Calendário Gregoriano. No entanto, desde pequenina que Setembro, Outubro, Novembro e Dezembro, eram por mim associados àquele que posteriormente descobri, como sendo o Calendário Romano. Daí os nomes que me remetiam para o SETe, Oito, NOVe e DEZ, respectivamente!
Nem era mal pensado mantermos essa vertente....mas também não é isso o mais importante.
O que se perpetua na minha cabeça é a rapidez com que o tempo passa, é definitivamente a alta velocidade.
Acabamos de entrar no mês do Natal, do Solstício de Inverno, no mês da transição para um novo ano. No mês do frio, das lareiras acesas, das luzes minúsculas, dos afectos, convívios, da suposta aproximação, dos interesses, do consumismo, das festinhas chatas e atractivas, impostas e voluntárias, do socialmente correcto e do egoísmo, das viagens à neve e dos mendigos que continuam a dormitar nas caixas de cartão...
Curiosamente, estamos a reviver a época em que todos se lembram daqueles que já tinham esquecido... Quem diria!
O tempo tornou-se inesgotável, intenso, insensível, incessante, impiedoso, inoportuno, inspirador, importante, inesquecível, inócuo, inerte (...) e intemporal!

7 comentários

  1. Marlene Says:

    Já não quero saber disso para nada...há já algum tempo que não penso em nada!

  2. Orfeu Says:

    Dezembro... que forma critica, cultural, verdadeira e irónica de encarar um simples mês do Ano. Existe por aqui um dia que me é extremamente especial...

  3. JubyWee Says:

    Não vejo o mês de Dezembro da mesma forma que tu. Para mim é o mês do Natal e para mim Natal é somente a época de me juntar com a minha família durante alguns dias, de conviver, de falar, de me divertir com eles. Ao consumismo não dou grande valor, até porque prendas só as dou aos meus pais e ao meu irmão, apesar de gostar de dar mais e não poder. Também é o mês do frio de gelar que eu adoro!!! Da montanha de cobertores que tenho na cama, dos dias passados ao lado da lareira a ver um belo de um filme, ou 2 ou 3! Não sejas tão fatalista! ;)
    E pronto, era só pra dizer que estive cá e que podes deixar de fazer pub ao teu blog, porque ele já tá nos favoritos há algum tempo! Jokas**

  4. Talk Talk Says:

    Concordo com as tuas palavras
    Existem dois polos opostos no Natal.
    Um beijinho.

  5. H3ld3r Says:

    Jubiwee?
    Porque é que só juntas a família no Natal?
    O ano tem 356dias...ou366

  6. JubyWee Says:

    h3ld3r, a minha família ainda é relativamente grande, eu tenho cerca de 8 tios e tias da parte da minha mãe , cada um com cerca de 2 filhos - e alguns primos meus já têm filhos. Alguns vejo mais frequentemente porque moram perto de mim, mas outros não e por isso o Natal é sempre uma boa altura para estarmos todos juntos. E eu nunca disse que era a única altura do ano em que estava com a minha família - fazemos "ajuntamentos" de vez em quando, mas o Natal tem outro espírito.

    Respondi à tua pergunta?

    Jokas*

  7. I'mNesic Says:

    lol, não discutam amiguinhos!!!
    Já agora, eu no texto mencionei que era o mês de todas estas coisas, se bem que dizem por aí "Natal é quando o homem quiser"!
    Mas que as pessoas se têm tornado mais consumistas que sentimentalistas, isso parece-me cada vez mais inegável!

I'mNesic | Powered by Blogger | Entries (RSS) | Comments (RSS) | Designed by MB Web Design | XML Coded By Cahayabiru.com