Saudade

sexta-feira, julho 14, 2006 à(s) 18:00
(foto by somewhere @ orfeu)

Palavra única no mundo, pertencente ao glossário de termos portugueses, que é cada vez mais presente nos meus neurónios, (e pelo meu coração também)!
Saudade...
...das brisas frescas que por vezes sopram no Verão;
...dos fins-de-tarde em que caminhava com o meu violino às costas;
...das noites nos bancos dos auditórios municipais;
...das partidas que preguei;
...das gargalhadas e lágrimas que deixei por aí;
...dos olhares misteriosos que troquei;
...dos tempos em que estudava;
...das cartas que escrevi e recebi;
...das manhãs perdidas a sol, caminhando por campos ou jardins floridos;
...do bronze à beira-mar;
...das brincadeiras inocentes;
...dos testes, cábulas e resumos;
...do gozo que dei;
...das flores que recebi;
...das palavras que me disseste;
...de ti...(de te ter, ver, sentir)!
Saudades.............

2 comentários

  1. Orfeu Says:

    Um beijinho de quem vai, volta...até um dia...mas não se esquece de voltar.
    A fotografia é linda na minha opinião...Saudade...

  2. cfreitas Says:

    A mais insonsa invenção do Estado Novo: a ideia de que a palavra e o sentimento contidos na palavra saudade era exclusivamente portugueses. Enfim continuamos a dar voz a um subterfugio de um regime dos orgulhosamente sós.
    Mas a grafia da palavra é naturalmente bela, como a nossa lingua: SAUDADE! Olhe um desconhecido manda-lhe Saudades!

I'mNesic | Powered by Blogger | Entries (RSS) | Comments (RSS) | Designed by MB Web Design | XML Coded By Cahayabiru.com